terça-feira, 14 de setembro de 2010

Capanema,maior produtor orgânico do Brasil

Não é à toa que a cidade de Capanema, no interior do Paraná, é o maior pólo exportador de produtos orgânicos do País. Terra de agricultores familiares, descendentes de alemães e italianos, a opção por atuar neste segmento data de 1986, quando ainda pouco se falava sobre o assunto.
Hoje mais de 300 pequenos produtores de soja, milho e trigo orgânicos integram o pólo de produção de agricultura sustentável, localizado no Sudoeste do Estado. Desde sempre a opção foi utilizar sementes convencionais e cultivar sem agrotóxicos químicos. Tanto que essa vocação acabou por atrair a empresa multinacional suíça Gebana, com sede em Zurique, considerada referência mundial no mercado de produtos agrícolas ecológicos, produzidos e comercializados de acordo com os princípios do Comércio Justo. Foi a partir de 1997, quando a demanda européia por produtos orgânicos e certificados decolou, que Capanema começou também a se destacar no cenário nacional e internacional.
Resultado: o produto mais importante importado e comercializado pela Gebana na Europa é a soja orgânica certificada. Grande parte dos grãos é produzida pelas cerca de 300 famílias de agricultores ecológicos de Capanema.
O governo paranaense também fez a sua parte, ao apoiar a produção orgânica e de não-transgênicos no País, há cerca de seis anos. Tanto que baixou uma lei que proibia o descarregamento da soja geneticamente modificada no Porto de Paranaguá, entre 2004 e 2005, mas teve de revogar a medida, depois da aprovação da Lei Nacional da Biossegurança pelo Congresso Nacional. A legislação federal não adotou o princípio da precaução (aguardar a comprovação científica sobre o efeito do consumo de soja transgênica na saúde humana e animal) e liberou o cultivo transgênico no País.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...