quarta-feira, 9 de junho de 2010

Andaluzia dá um impulso aos produtos orgânicos, com uma rede de aconselhamento


O Ministério da Agricultura e Pesca do governo andaluz na Espanha visa à expansão e conhecimento das técnicas de agricultura orgânica. É por isso que está criando - com um investimento de 1 milhão de euros - uma rede descentralizada de serviços que vai oferecer aconselhamento para os agricultores, na região da Andaluzia.
O Ministério informa que a rede será composta por 21 órgãos consultivos, que são; cooperativas agrícolas, organizações sem fins lucrativos e sindicatos ou federações dos dois mencionados anteriormente, com sede na Andaluzia e que tenha experiência profissional de consultoria.
A Almería é a província que irá receber mais subsídios, num total de 373,585.41 euros.
Dentre as organizações da província de Almería que irão se beneficiar dos fundos estão a Associação dos Produtores Ecológicos - COAG e a Associação dos Produtores e Exportadores de Vegetais - COEXPHAL.
Na província de Cádis duas organizações receberão uma total de 109.600 €, enquanto 170,995.15 euros vão para Córdoba (Olivarera Los Pedroches Coop., UPA e COAG-Córdoba).Granada irão se beneficiar de um total de 153,451.51 euros (Las Torcas S. Coop., UPA Granata e Procam S. Coop).Huelva Adeheco receberá 59.500 €, enquanto que em Málaga a Associação dos Jovens Agricultores de Malaga (ASAJA), foi concedido um pequeno fundo de apenas 7,062.04 euros. Finalmente em Sevilla 4 organizações receberão um total de 165,461.14 euros (COAG-Sevilla, Opracol, Corsevilla S. Coop. e a associação CAAE).


Tradução e Pesquisa:Mundo Orgânico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...