domingo, 5 de abril de 2009

Batata orgânica


Produtores de batata têm motivos para comemorar: a variedade de batata Itararé do Instituto Agronômico (IAC), vem demostrando uma maior produtividade em relação as variedades importadas e excelente adaptação em produção totalmente orgânica. Estudada, inicialmente, para utilizar o mínimo possível de tratamento químico e adubação, a variedade, além de apresentar alta produtividade, resistência a requeima (principal doença fúngica), boa resistência a pinta preta, resistência ao vírus do enrolamento das folhas e qualidade de fritura, mostra-se também totalmente adaptada a produção orgânica. Vários produtores do estado de São Paulo já estão conseguindo uma produção totalmente isenta de tratamentos químico, defensivos e fertilizantes e obtendo cerca de 30 toneladas por hectare com a Itararé.
Lançada em 1986, graças a um trabalho desenvolvido pelo Programa de Melhoramento do Instituto Agronômico, a variedade Itararé pode oferecer uma produção 100% orgânica, isenta de tratamentos químicos. Todas as variedades de batata produzidas no Brasil são originárias de países de clima temperado, de Programas de Melhoramento orientados para a solução dos problemas que lá ocorrem, e que, quando introduzidas no Brasil vem a preencher alguns dos requisitos para sua adaptação, mas são muito exigentes tanto em relação a fertilizantes quanto a defensivos químicos.
Os programas do IAC têm como objetivo selecionar plantas que sejam adaptadas as condições do país e trabalhar as variedades para que necessitem o mínimo de fertilizantes e defensivos químicos. Atualmente, variedades do Agronômico vem ocupando quase toda a área do estado no que diz respeito a produção orgânica.


2 comentários:

  1. COMO POSSO CONSEGUIR SEMENTES DE BATATA ORGANICA?

    ResponderExcluir
  2. Desculpa, mas acho que batata orgânica não é comprada em sementes é ?!
    Acho que é o meio com que ela é cultivada que a torna orgânica!
    Estou certo ou errado?

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...