domingo, 15 de março de 2009

Sucos orgânicos prontos para beber ganham mercado


O mercado de sucos prontos tradicionais está perdendo a força. Vinha apresentando um crescimento de 50% ao ano. Hoje, essa taxa já diminuiu para 30%. É que, como outra forma de trazer praticidade e saúde aos consumidores, os sucos orgânicos também despontam como promessas no ramo de bebidas. A demanda por esse produto tem crescido entre 30% e 40%. É por isso que as empresas de orgânicos não param de ampliar seus portifólios com sucos de novos sabores.
A Usina São Francisco - dona da marca de produtos orgânicos Native, que pertence ao Grupo Balbo - investiu cerca de R$ 400 mil para lançar novos sabores da linha de sucos de frutas orgânicos. Além do de laranja, os sucos da Native terão as versões manga, maracujá, tangerina e limão, segundo o gerente comercial da empresa, Hélio da Silva. Apesar de não revelar o volume produzido, com os novos sabores a produção de sucos irá duplicar. Outra empresa que acaba de lançar um novo sabor de suco de frutas orgânico e está chegando às gôndolas paulistas é a Cooperativa dos Citricultores Ecológicos do Vale do Caí (Ecocitrus), localizada em Montenegro (RS), que há dois anos atua nesse mercado. Além da versão tangerina, a cooperativa tem o suco de laranja. “Por mês, a Ecocitrus produz 30 mil litros de suco, destinados aos mercados do RS, SC, PR, RJ, MG e SP”, informa Adriano Martins, responsável pela área comercial da agroindústria.
A cooperativa possui 56 produtores e tem uma área com 500 hectares de citros, sendo 75% de tangerinas e o restante de laranja. Para ampliar suas vendas no mercado paulista, a direção da Ecocitrus está negociando com as redes de supermercados Pão de Açúcar e Carrefour . “A estimativa é que nossos produtos estejam nas gôndolas paulistanas até o final deste ano”, prevê.
A próxima empresa a disputar o mercado de sucos orgânicos é a Nardelli, localizada em Rio do Oeste (SC), que está em fase de transformação, passando da agricultura convencional para a orgânica. A empresa estima lançar em 2004 sucos orgânicos nos sabores morango, maracujá e goiaba, frutas já utilizadas na fabricação de geléias orgânicas. Atualmente, o carro-chefe da empresa é a produção de arroz orgânico, alcançando um volume anual da ordem de 15 a 20 mil toneladas.
Outra empresa que atua no mercado de sucos orgânicos é a Wessanen, única do País a ter uma versão mix, que mistura laranja com acerola. Além disso, também possui o suco de goiaba e xaropes orgânicos. Atualmente, as vendas de sucos orgânicos prontos para beber representam cerca de 2% do mercado da bebida tradicional. No ano passado, segundo dados da AC/Nielsen , o mercado de sucos prontos tradicionais registrou faturamento da ordem de US$ 162,7 milhões.

2 comentários:

  1. Olá Décio,
    estou procurando mais informações sobre sucos orgânicos. Você teria dados do mercado para esse tipo de produto? Tenho curiosidade de saber o que caracteriza um suco orgânico e se existem normas para a produção como a inexistência de conservantes químicos.

    ResponderExcluir
  2. Bom dia,

    Estou a procura de sucos orgânicos viáveis financeiramente para Cantina de Escola.
    Você pode me indicar alguém?

    Grata!

    Luciana
    31 -9172-4032

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...