sábado, 12 de setembro de 2009

Seminário de Agroecologia para flores e orgânicos começa dia 13 no ES


Pioneiro na produção orgânica e com forte tradição na produção agrícola diversificada, o município de Santa Maria de Jetibá (ES) vai sediar o Bio&Flores 2009 e Seminário Estadual de Agroecologia, do dia 13 a 20 de setembro. O evento tem foco na preservação e recuperação dos recursos naturais.
O município de Santa Maria de Jetibá - 4º maior produtor de orgânicos do país - será palco, entre esta quinta-feira (10) e domingo (13), de uma importante discussão sobre novos rumos para a agroecologia, com enfoque principal na sustentabilidade socioeconômica. O seminário vai reunir e integrar os envolvidos com o processo de organização, produção e comercialização da agricultura de base ecológica. Paralelamente, também acontece o Bio&Flores, mais focado no mercado, que vai divulgar os produtos orgânicos e as flores e colocar os consumidores em contato com os produtores para ampliar o mercado. O evento acontece no ginásio Hermann Roelke.
Mais de seis mil pessoas deverão participar dos quatro dias do evento, entre agricultores familiares, técnicos, consumidores, empresários do setor de comércio, estudantes. A programação conta com oficinas, debates, palestras, visitas a unidades produtivas e a estandes de feiras de produtos orgânicos, de flores e de tecnologias sustentáveis. O objetivo é promover a agroecologia, a produção do alimento saudável, a qualidade de vida e a preservação dos recursos naturais para todas as futuras gerações.
O coordenador do Programa de Agroecologia do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), órgão vinculado à Secretaria de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag), Edegar Formentini, destaca um dos principais desafios para a agroecologia. A falta de informação do consumidor é, com certeza, um dos grandes desafios para a expansão do mercado de orgânicos. Muitas pessoas não percebem a diferença de qualidade entre o orgânico e o convencional. O processo de produção agroecológica respeita o meio ambiente e não apresenta contaminantes químicos, destaca.
O pesquisador do Incaper, Jacimar Luiz de Souza, vai ministrar uma palestra sobre a eficiência energética e o sequestro de carbono na agricultura orgânica. A palestra vai mostrar as possibilidades da utilização dessa agricultura para o mercado de crédito de carbono, já que a produção orgânica captura mais carbono no ar do que libera, enquanto a convencional, libera mais do que captura. Outra palestra de destaque será sobre os desafios socioambientais e as dificuldades da percepção humana, que vai mostrar através de resultados de pesquisas a importância da preservação do planeta para a própria preservação humana.
O evento Agroecologia e desafios para a sustentabilidade socioeconômica, que envolve o Bio&Flores e o Seminário Estadual de Agroecologia, é uma realização do Governo do Estado, por meio do Incaper e da Seag, do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Espírito Santo (Fetaes), da Associação de Certificação de Produtos Rurais do Espírito Santo Chão Vivo; do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA); e da Prefeitura de Santa Maria de Jetibá.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...