terça-feira, 27 de março de 2012

Programa ajuda a melhorar a renda de pequenos produtores de orgânicos de SE

Os pequenos produtores do agreste deSergipe estão aprendendo a trabalhar com agricultura orgânica e integração da lavoura com a criação de animais. O dinheiro extra arrecadado com a produção tem ajudado a melhorar a vida dessas famílias.A variedade é grande nas plantações dos municípios de Malhador, Riachuelo e Areia Branca, no agreste de Sergipe. O ano de 2012 começou com uma grande transformação na vida de pequenos agricultores da região, que passaram a investir no cultivo de alimentos orgânicos.
“O projeto é agroecológico por conta que não há a utilização de agrotóxicos. É agricultura orgânica. Então, atende às necessidades do que a humanidade precisa no momento, que é evitar a questão do veneno”, explica o técnico agrícola Erotildes de Jesus.O cultivo é feito em conjunto com a criação de galinhas para incentivar o reaproveitamento. “Antes, o excesso da produção de algumas coisas a gente jogava. Hoje, temos o reaproveitamento para alimentação dos frangos que vão produzir os ovos e a carne.
É muito bom”, avalia o agricultor José Luiz dos Santos.Parte da produção é consumida pelos agricultores, mas os alimentos também garantem renda para as famílias. Os produtores participam semanalmente de feiras de produtos orgânicos para vender os alimentos.A agricultora Liliane dos Santos passa grande parte do dia cuidando dos quatro hectares plantados com hortaliças. 
Por mês, o lucro com a venda dos produtos pode chegar até R$ 1,5 mil. “Nós compramos as coisas para investir na horta e para botar as coisas dentro de casa”, diz.O agricultor Raimundo de Jesus também está animado com a nova forma de ganhar a vida. “Nós achamos que é uma alternativa que vai oferecer algo melhor aos nossos produtores já que tem a criação das aves. Além da criação, temos as hortaliças que vão ajudar no nosso consumo e também na sobrevivência”, diz.O Projeto Agroecológico de Irrigação Sustentável é uma parceria do Sebrae com o governo de Sergipe. Cinquenta famílias do agreste já foram beneficiadas pelo programa. 


Fonte: http://www.expressomt.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...