quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Governo brasileiro pede à Fifa que dê prioridade a produtos orgânicos na Copa

O governo está em contato com a Federação Internacional de Futebol (Fifa) para garantir que os produtos orgânicos ou com certificação de origem sustentável sejam priorizados nos estádios e eventos relativos à Copa do Mundo de 2014 – tanto os produtos a serem comprados pelos organizadores como os que serão colocados à venda para os torcedores.
A informação foi dada pelo engenheiro Cláudio Langone, coordenador da Câmara Temática de Meio Ambiente e Sustentabilidade da Copa do Mundo de 2014, em palestra durante o Encontro Brasileiro de Secretários de Meio Ambiente, que foi iniciado ontem e prossegue até o fim desta tarde, na Câmara.Langone afirmou também que, apesar de incipiente, a cultura da sustentabilidade já integra as obras dos estádios onde os jogos da Copa serão realizados.
Por exigência do governo federal, todos os 12 estádios só poderão receber recursos do BNDES se obtiverem selo verde da construção. Langone disse que, no início, as construtoras se assustaram, mas logo perceberam que a certificação poderia trazer ganhos financeiros, como a redução de custos resultante do aproveitamento do entulho gerado pela demolição das antigas arenas.
A coordenadora de Sustentabilidade dos Jogos Olímpicos de Londres-2012, Judith Sykes, afirmou que o planejamento traz ganhos reais na execução das obras. Ela citou o caso do principal estádio da competição em Londres, cujas obras vão custar cerca de 1,5 bilhão de dólares, contra 14 bilhões de dólares do estádio usado em 2008 nas Olimpíadas de 2008 em Beijing, na China, que tem a mesma capacidade de público (80 mil pessoas).


Fonte: http://www2.camara.gov.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...