sábado, 26 de novembro de 2016

Quem deve decidir se hidropônico é orgânico?

O USDA (United States Departament of Agricultures) está atualmente estudando a possibilidade dos cultivos hidropônicos ganharem o selo de orgânico e seriam denominados Hidropônicos orgânicos. Os adeptos desta cultura estão esperando ganhar esse status desde 2002. Mas isso pode mudar graças a uma nova força tarefa aquaponica que está fazendo estudos sobre o assunto. Havia sugestões em meados da década de 1990 que consideravam a hidroponia como orgânica, mais anos mais tarde estas sugestões não prosperaram. Uma recente reunião  da agência que está deliberando sobre a emissão de certificado de orgânico para hidroponia, terminou com a aceitação desta denominação.
A ideia de que cultivos hidropônicos podem ser classificados como orgânico, está causando sofrimento considerável entre os muitos agricultores que acreditam que os EUA, como em outros lugares do mundo, devem proibir a certificação orgânica de alimentos cultivados em outra coisa senão do solo. Os defensores da hidroponia orgânica têm um forte argumento para continuar a querer que este termo seja aceito pelo USDA. Ele se concentra na esfera do direito. Marianne Cufone, uma professora de direito ambiental na Universidade Loyola New Orleans, lista os muitos benefícios da agricultura hidropônica em uma recente entrevista na CNN onde afirmou, "certo número de cientistas, pesquisadores e especialistas da indústria apoiam que muitas fazendas hidropônicas são ideais para o cultivo orgânico, porque, entre outros benefícios, eles fazem uso inteligente de recursos e, assim, tem um impacto menos negativo sobre o meio ambiente natural.” Assim hidroponia orgânica seria o fim do mundo? Ou ao invés disso, o seu salvador? As pessoas precisam decidir isso. Não é difícil reconhecer que o solo é o centro para o conceito de "orgânico" como qualquer outra idéia ou coisa. Quando o movimento de cultivar alimentos de forma orgânica teve início na América o solo estava no coração da primeira certificação do país, concedida pela Oregon Tilth, que foi fundada no início de 1970 e ainda serve como um certificador orgânico hoje. A palavra "tilth" significa solo cultivado.
Por outro lado, também não é difícil reconhecer que o solo não é centro para o conceito do que é ou não é orgânico. Enquanto a maioria de nosso alimento é cultivado no solo, apenas uma pequena percentagem deles são"orgânicos" sob as regras do USDA. Em outras palavras, se dizer que o alimento é cultivado no solo pouco nos é útil saber se esse alimento é "orgânico" ou não. É importante notar também que, a particula "hydro" de hidropônico refere-se à água, que é orgânica por qualquer definição concebível. É tanto um composto que ocorre naturalmente como um componente necessário para a agricultura orgânica. Na verdade, é necessário de forma que o solo não é. Sem solo, há hidroponia.Sem água, não há vida. E não há agricultura orgânica.
Tudo o que a professora disse, parecem ser argumentos robustos sobre o assunto. A única desvantagem para esse debate é que se refere à regulamentação, e que um lado vai ganhar não porque prevaleceu o que se discutiu dentro do campo das idéias, mas porque ele conquistou a maioria dos membros de uma comissão nomeada pela USDA.

Fonte: http://reason.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...