quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Que tal fazer uma Horta Mandala?

Partindo da ideia de um círculo, e dos padrões derivados deste, os Permacultores criam muitas novas formas para canteiros criativos. O diâmetro do canteiro é proporcional ao alcance do braço. Deve ser confortável para o usuário. As vantagens de canteiros circulares são: 

- O círculo oferece a maior área interna útil em relação ao menor perímetro. 

- Círculos com buracos de fechadura permitem a combinação entre si para formar um arranjo com o mínimo de espaço não produtivo e distancias menores ao caminhar. 

- O círculo é uma forma mais adaptável aos efeitos das forças naturais, além de ser mais bonito. Uma horta mandala é bem simples de se construir. Iniciamos pelo centro. 

1. É necessário um centro circular de um metro e meio. Este espaço pode ser ocupado por um círculo de bananeiras, um jardim ou qualquer elemento útil. 

2. Em volta deste círculo central marque mais um círculo com uma largura de meio metro a mais. 

3. Agora marque simetricamente seis ou sete partes de acesso aos canteiros. Um destes pontos será a entrada para a mandala, os demais formam buracos de fechadura. 

4. Finalmente marque os círculos à volta dos acessos. Isto formará a sua área de plantio anual.Enquanto que o perímetro poderá ser ocupado com plantas protetoras, leguminosas, medicinais, etc… Pode-se utilizar pedaços de barbante para marcar os círculos. 

5. Uma vez marcados os espaços (canteiros, caminhos, perímetro, etc…), os caminhos devem ser escavados, uns vinte centímetros de profundidade e a nível; a terra é depositada nos canteiros. Assim facilita-se a drenagem da área. 
Os caminhos serão preenchidos com serragem, cascas de arroz, ou outra palhada disponível. Após seis meses tornam-se adubo, que novamente pode ser jogado sobre os canteiros sendo substituído por serragem ou casca de arroz novas. É claro que a forma da horta não garante seu sucesso. São necessárias medidas orgânicas de manutenção. Plantios de cobertura, adubação verde, compostagem, plantas protetoras e cobertura morta para solo descoberto “mulch”. Estas medidas gerais são fundamentais para o desenvolvimento de um cultivo. No caso de utilizar-se de um galinheiro móvel, muitas destas atividades serão realizadas naturalmente pelas galinhas (limpeza, adubação, etc…). 

Fonte:Curso de construções alternativas, construção da zona 1. São José do Cerrito/SC: IPAB - Instituto de Permacultura Austro Brasileiro, 2003.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...