domingo, 23 de dezembro de 2012

Renda é fator decisivo para a compra de alimentos orgânicos

O aumento da renda familiar do brasileiro está ligado diretamente ao consumo de alimentos orgânicos, revela estudo feito pela Esalq/USP (Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da Universidade de São Paulo). De acordo com o levantamento, o nível de renda é fator relevante para o consumo de alimentos orgânicos. Além disso, o estudo mostra que esse aumento do consumo de orgânicos acontece, principalmente, em residências em que o chefe ou responsável é do sexo feminino e também existe um maior consumo por pessoas acima de 60 anos. No entanto, evidencia a reduzida quantidade (média) disponível de alimentos orgânicos para a totalidade das famílias brasileiras”, comenta a professora do Departamento de Agroindústria, Alimentos e Nutrição, Marina Vieira da Silva. 
O estudo também revela que a busca por alimentos provenientes de sistemas de produção mais sustentáveis, como os métodos orgânicos de produção, é uma tendência que vem se fortalecendo mundialmente. Tipo de alimento Quando começam a consumir mais produtos orgânicos, cada região brasileira tem como destaque um nicho específico de alimentos. “Com relação aos grupos alimentares, merece destaque a maior participação dos Laticínios, especialmente para as famílias moradoras nas áreas rurais da região Sul. 
Para a região Centro-Oeste, no entanto, foram identificados os valores (médios) que superaram as médias nacionais e aqueles obtidos para as demais regiões para os grupos de Aves e Carnes. Verifica-se que o consumo de alimentos orgânicos de origem animal se destacou em relação aos produtos considerados relativamente mais baratos, tais como frutas e vegetais”, aponta a economista doméstica Edinéia Dotti Mooz. 


Fonte:http://www.infomoney.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...