domingo, 11 de março de 2012

Centro de Orgânicos inicia ciclo de capacitação de pequenos produtores

O Centro de Inteligência de Orgânicos (CI Orgânicos) inicia hoje (10), no município fluminense de Casimiro de Abreu, sua primeira atividade de capacitação em duas oficinas, que reunirão 50 pequenos produtores rurais da região das Baixadas Litorâneas do estado. O CI Orgânicos foi desenvolvido pela Sociedade Nacional de Agricultura (SNA) em uma plataforma virtual, com o apoio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e do Sebrae/RJ. A coordenadora do CI Orgânicos, Sylvia Wachsner, explicou que o grupo é formado por agricultores familiares e de assentamentos, que ainda não estão plantando orgânicos. “Mas são agricultores que já têm práticas sustentáveis.
O que nos interessa é que, com a capacitação, eles comecem a aplicar técnicas no desenvolvimento rural participativo, para conhecer suas forças e fraquezas”.Em uma segunda etapa, o grupo será capacitado em produção orgânica. O CI Orgânicos fará o acompanhamento dessa produção, para ver se eles podem vender na feira municipal de agricultores orgânicos e nas feiras locais. A idéia é ajudar os produtores a agregar valor à produção e, depois, cadastrá-los no Ministério da Agricultura para que se habilitem a vender no município e também para a alimentação escolar.
As atividades de capacitação serão coordenadas pela professora Juliana Arruda, da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ). Parte dessa capacitação servirá para a obtenção de um diagnóstico dos pequenos produtores, para que possam ser ajudados e consigam melhorar a produção. “[Para que] comecem a criar um grupo mais coeso e depois entrem em orgânicos. Com isso, eles podem oferecer uma produção melhor e mais variada de produtos orgânicos”. Sylvia Wachsner lembrou que essa é a primeira experiência de capacitação de pequenos agricultores da SNA, por meio do CI Orgânicos.
O objetivo principal do centro é a divulgação, para os produtores, de técnicas, práticas e de conhecimento, disse. O CI Orgânicos pretende incentivar o fortalecimento da cadeia produtiva de alimentos e produtos orgânicos no Brasil, por meio da integração e difusão de informação. Como se trata de um ambiente virtual, também os consumidores interessados poderão ter acesso a informações no endereço www.ciorganico.agr.br, para saber o que são alimentos orgânicos, para que servem. Na avaliação da coordenadora do projeto, o centro se transformará em uma grande referência, onde todas as pessoas poderão buscar informações sobre legislação, certificação de orgânicos, por exemplo.
A SNA está contactando entidades e universidades nos diversos estados brasileiros para fazer estudos de casos de produtores orgânicos e fechando parcerias com órgãos, como a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), com o objetivo de fortalecer a cadeia produtiva nacional de orgânicos. “E repassar as técnicas de produção aos agricultores”.No estado do Rio, já foram mapeados cerca de 150 produtores orgânicos. A próxima capacitação, ainda sem data definida, será feita em Nova Friburgo, na região serrana fluminense, seguindo depois para municípios do Paraná. Segundo Sylvia, os produtores de Casimiro de Abreu são os mais atrasados em nível de orgânicos. “São os que mais precisam de ajuda”. No Paraná, “os produtores estão muito mais avançados do que no Rio. Já são produtores orgânicos, já têm acesso a mercado. A coisa ali é outra”, definiu.

Fonte: http://www.cenariomt.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...