sábado, 10 de março de 2012

As importações de produtos orgânicos para a Alemanha

Alemanha não é apenas o maior mercado de produtos orgânicos na Europa, mas também um dos maiores produtores de orgânicos. Apesar disso, em 2009/2010 a Alemanha importou, dependendo do produto,de 2 a 95% de produtos orgânicos que também poderiam ter sido produzidos no país. Isso é demonstrado através de um relatório, realizado pela Sociedade de Informação do Mercado Agrícola (AMI), FiBL e AgroMilagro.
Um resultado inesperado foi a parcela baixa de importação de cereais, de apenas 15%,. Em 2009 - o ano investigado -a colheita na Alemanha foi maior do que a média e, portanto, presume-se que a quota de importação em outros anos foi maior. O trigo teve a maior quota de importação de 21%. Para as proteaginosas, a parcela de importação foi de 24%, inesperadamente elevada. A soja responde por 76% de todas as importações de sementes orgânicas de óleo. Batatas Orgânicas frescas são, em volume, entre os mais importantes produtos orgânicos frescos, após, vem os ovos orgânicos e vegetais orgânicos frescos. Em 2009, a parcela de importação foi de 28%.Em termos de vegetais, as cenouras orgânicas são de longe o produto mais vendido e são cultivadas em 14% da área de cultivo de cenoura na Alemanha.
Como as fazendas individuais não podem expandir as áreas cultivadas com cenoura, a Alemanha importa 48% de suas cenouras orgânicas. As taxas de importação elevados de hortaliças e de frutos, como tomate (80%) e pimentão (90%) são devido à demanda durante todo o ano para os produtos que só podem ser cultivadas em certas épocas do ano na Alemanha. As bananas orgânicas têm, naturalmente, uma taxa de importação de 100%. A taxa de importação para maçãs orgânicas também foi elevada chegando a 50% em 2009/2010.A Alemanha importa 26% do leite fresco orgânico e 26% de sua manteiga orgânica, a maior parte vinda da Dinamarca e da Áustria.

Fonte: http://www.agromilagro.de/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...