domingo, 25 de dezembro de 2011

Paraíba é o maior produtos de orgânicos do Nordeste, diz Sebrae-PB

Atualmente a Paraíba conta com aproximadamente 40 feiras que vendem hortaliças e frutas orgânicas. O crescimento no consumo de produtos sem agrotóxicos fez com que a Paraíba se tornasse o maior estado produtor de produtos orgânicos do Nordeste, segundo as pesquisas do Sebrae Paraíba.Há 15 anos a funcionária pública Marinalva Gomes consome produtos orgânicos e para abastecer a casa com os produtos ela frequenta duas feiras orgânicas por semana em João Pessoa. "O sabor das frutas e verduras é completamente diferente porque não leva produto químico nenhum. O preço é um pouco mais caro do que os produtos normais, mas vale muito a pena", disse.
De acordo com o consultor do Sebrae Newton de Novais Filho, são 350 famílias cadastradas no Ministério da Agricultura (Mapa), que somam 149 hectares de área plantada, além de duas grandes fazendas, que produzem orgânicos para abastecer os supermercados de Campina Grande e João Pessoa.O estado é responsável ela produção de tomate, cenoura, cebola, pimentão, inhame, macaxeira, batata, hortaliças como alface e frutas como abacaxi, mamão, maracujá e banana. O consultor explicou que uma das principais produtoras da Paraíba é a fazenda Tamanaduá, em Santa Terezinha, que tem 2,5 mil hectares. “Ainda temos produtores na Zona da Mata, em Jararaú, Rio Tinto, Pedras de Fogo, Alhandra e Pitimbu, e na Serra da Borborema, em Remígio, Lagoa Seca e Alagoa Seca”, explicou.
Segundo um estudo recente divulgado pelo Mapa, o brasileiro consome mais agrotóxico do que qualquer outro país no mundo: cerca de 5 litros por ano. Além disso, os adubos químicos usados em plantações tradicionais contêm sais hidrosolúveis, o que aumenta o teor de água nos vegetais, reduzindo o sabor e a durabilidade. A segurança no consumo dos orgânicos é outro diferencial em relação aos produtos tradicionais, já que sua produção tem fiscalização e acompanhamento dos órgãos de saúde. Para o gestor do projeto de olericultura (criação de hortaliças) do Sebrae, Pablo Queiroz, à medida que a população se conscientiza em relação aos benefícios do consumo de vegetais sem agrotóxicos, o mercado cresce.


Fonte: http://g1.globo.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...