sábado, 7 de maio de 2011

Capacitação em horticultura orgânica

Através de uma parceira entre a Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri) e o Sindicato dos Trabalhadores Rurais, com apoio da Cooperativa de Crédito Rural com Interação Solidária (Cresol) e Prefeitura Municipal de Pouso Redondo, foi realizada uma capacitação inicial em horticultura orgânica com agricultores do município. O maior objetivo foi alertar os produtores sobre os riscos do uso de agroquímicos na produção de alimentos, tanto para quem produz quanto para quem consome.
Foi explicado que o uso de adubos químicos causa um desequilíbrio nutricional que enfraquece as plantas, facilitando o ataque de doenças e pragas. Uma nutrição equilibrada pode ser realizada livre de fungicidas e inseticidas, através de adubos orgânicos e utilização de técnicas de manejo integrado de pragas e doenças, como rotação de cultura, variedades adaptadas, uso de caldas e preparados orgânicos, etc. Os agricultores tiveram acesso à técnica de produção da compostagem, um processo biológico de desdobramento de estercos animais, palha e alguns suplementos minerais que formam um adubo nutricionalmente equilibrado para as plantas.
Esta prática foi produzida na propriedade de Leonardo Benert, que participa da feira livre, realizada semanalmente em Pouso Redondo, além de ser um dos agricultores do município que entregam alimentos para a merenda escolar municipal. O fato de a merenda escolar contar em grande parte com a produção de agricultores de Pouso Redondo, eleva a importância de uma produção com alto valor biológico. Segundo o engenheiro agrônomo da Epagri de Pouso Redondo, Naor Brandão, é uma obrigação oferecer às crianças em desenvolvimento uma alimentação livre de substâncias carcinogênicas ou neurodepressoras, por exemplo.


Fonte: http://www.adjorisc.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...