domingo, 12 de dezembro de 2010

Primar,a primeira fazenda de aqüicultura orgânica certificada do Brasil


A PRIMAR é uma empresa familiar, dirigida por Alexandre Alter Wainberg, biólogo marinho e mestre em ecologia aquática. Instalada no Sítio São Felix, em Tibau do Sul, no litoral sul do Estado do Rio Grande do Norte, possui 40 Ha de área de viveiros e apresenta condições ideais para aqüicultura. A propriedade já possuía tradição em aqüicultura e os viveiros datam do início da década de 50. Fundada em 1993, a PRIMAR iniciou sua produção com o cultivo convencional de camarões nativos.
Evoluiu ao longo de 10 anos para a prática do monocultivo do camarão do Pacífico, o Litopenaeus vannamei. Em 2002 alterou o rumo do seu desenvolvimento, dando ênfase à qualidade e iniciou a implantação do "Sistema PRIMAR de Aqüicultura Orgânica" de acordo com as diretrizes do IFOAM - International Forum of Organic Associations and Movements (www.ifoam.org). Em dezembro de 2003 a PRIMAR alcançou a certificação orgânica pelo Instituto Biodinâmico (www.ibd.com.br). A empresa s adota e promove práticas de manejo de baixo impacto ecológico, evidenciando a preocupação e respeito ambiental e social.De 93 à 99 a PRIMAR atendeu exclusivamente ao mercado interno, passando depois a exportar a sua produção.
Objetivando um comércio mais justo, a PRIMAR abre em 2004 sua venda direta, aproximando o produtor do consumidor e disponibilizando para o mercado interno um produto de qualidade internacional. Suas vendas estão direcionadas aos consumidores residenciais, restaurantes, hoteis, buffets, cattering, eventos, etc. A conversão da PRIMAR para aqüicultura orgânica teve início em maio de 2002, mas sua base filosófica vem sendo construída há mais tempo. O comprometimento da PRIMAR com os problemas ambientais remonta à 1996.
Várias ações já foram efetuadas no âmbito das organizações governamentais, como CONAMA, IBAMA, Ministério da Agricultura e IDEMA-RN, como também em instituições não governamentais, como na ABCC - Associação Brasileira dos Criadores de Camarão e na COOPERCAM - Cooperativa dos Criadores de Camarão do Rio Grande do Norte. Desde 1998 a preocupação com as questões ambientais tem sido divulgada em congressos e em artigos de revistas especializadas No Sistema PRIMAR de Aqüicultura Orgânica, os cultivos são isentos de produtos químicos, pesticidas, transgênicos, antibióticos e hormônios.
O cuidado em reproduzir nos viveiros um ambiente semelhante ao habitat natural dos organismos cultivados, reduz o stress do animal, proporciona seu crescimento de forma saudável, aumenta a sobrevivência, e minimiza a ocorrência de doenças. A produção é efetuada pelo manejo ecológico do ecossistema dos viveiros de modo a beneficiar as espécies cultivadas pela via natural da cadeia alimentar. Para o melhor aproveitamento dos diversos nichos ecológicos, os viveiros são povoados com espécies de diferentes requerimentos alimentares, buscando um equilíbrio e sinergia positiva entre os organismos.
Camarões marinhos, ostras, siris e peixes, crescem num mesmo ambiente, criando um ecossistema natural que aumenta e protege a biodiversidade. Os recursos naturais são conservados de maneira sustentável, de modo a reduzir os impactos ambientais no entorno e interior da propriedade. A PRIMAR efetua monitoramento constante da qualidade da água garantindo a inocuidade microbiológica dos seus produtos.




Fonte: http://www.primarorganica.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...