quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Projeto estimula a produção orgânica no agreste

Propriedade de seu José Pedro, em Taquarana

Produtores rurais de oito municípios do Agreste foram beneficiados pelo governo do Estado com kits de irrigação, para a produção de alimentos orgânicos. Executado em parceria entre as secretarias de Estado do Planejamento, e da Agricultura, como também do Sebrae/ Alagoas, o projeto Pais (Produção Agroecológica Integrada e Sustentável) leva ao campo um novo sistema para o cultivo de hortaliças e para a avicultura.
O Pais vem da ação do Projeto Território da Cidadania do Agreste, firmado entre o Sebrae e a Secretaria de Estado do Orçamento e Planejamento (Seplan), que selecionou 100 famílias de agricultores nos municípios de Arapiraca, Coité do Nóia, Limoeiro de Anadia, Lagoa da Canoa, Junqueiro, São Sebastião, Taquarana e Feira Grande.
Os pequenos produtores já estão realizando as instalações dos kits, que compõem uma unidade com caixa d’água e sistema para irrigação por gotejamento. Na próxima semana, as 11 famílias beneficiadas em Feira Grande devem contar com novas orientações do consultor do Sebrae, Angerson Casado, que tem passado pelas propriedades, orientando na localização das caixas d´águas e marcação dos canteiros.
Como contrapartida, os agricultores entram com o suporte para a caixa d’água e as estacas para o criatório para galinhas. A instalação do sistema nos municípios tem sido feita em mutirão entre os próprios agricultores familiares beneficiados.
“O Pais é uma alternativa para a segurança alimentar e sua proposta de autossustentabilidade é acompanhada de técnicas agroecológicas e de respeito ao meio ambiente”, disse a gestora do Território da Cidadania, Cláudia Costa.
De acordo com Cláudia Costa, a intenção do programa é melhorar a qualidade de vida e garantir uma alimentação variada e saudável, além de estimular a prática da agricultura orgânica por meio de processo produtivo sem o uso de agrotóxicos. “Esse sistema representa uma eficiência de até 95% no uso da água e economia de energia”, destaca a gestora.
Como funciona - O sistema utilizado para a produção conta com uma estrutura no formato de círculos – formados inicialmente com três canteiros - diversificando a produção e facilitando a irrigação por gotejamento, onde a água é distribuída por gravidade.
No município de Taquarana, o agricultor José Pedro, beneficiado com a ação do Pais, já está utilizando o novo sistema desde o dia 21 de setembro. Nesse pouco espaço de tempo já é possível perceber a melhoria no cultivo de hortaliças, além da criação de galinhas caipiras de maneira orgânica, sem o uso de agrotóxicos. José Pedro vê no Pais uma nova alternativa para melhorar a qualidade da produção e reforçar a renda da família na região.



Fonte:Agência Alagoas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...