segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Potencialidade de produtos orgânicos mexicanos é destacada


A crescente demanda por produtos orgânicos no mundo, com um crescimento de mais de 20% ao ano, confere novas oportunidades aos agricultores mexicanos, segundo especialistas no tema. Para o ministro conselheiro Jorge Rueda, os mercados da Europa estão interessados em ofertas orgânicas de café, frutas tropicais, bebidas, doces, cereais, chá, carnes, sucos e mel, o que favorece a política nacional de inserir pequenos produtores nas cadeias exportadoras.
No caso do mel, segundo ilustrou, "há um potencial de grande importância, pois o produto pode chegar a quadruplicar seu valor comercial".Este tipo de vendas ao velho continente iniciou-se em 2005, com lucros que mal chegavam a dois milhões de dólares. No entanto, neste ano os rendimentos superarão os 16 milhões, segundo ilustrou o servidor público.Na opinião de Julián Llaguno, também ministro conselheiro, o México poderia ampliar a comercialização no Japão e chegar a outros mercados asiáticos, como as Filipinas, Tailândia, Índia, China, Malásia e Indonésia, tendo em conta a qualidade das ofertas.
Os especialistas na América do Norte Froylán Gracia e Ernesto Maldonado têm opinião similar, pois calcula-se que as importações estadunidenses de alimentos orgânicos superam os seis bilhões de dólares anuais e as do Canadá chegam dois bilhões.Com mais de 240 mil hectares, o México ocupa o quarto lugar em termos de superfície na América Latina, dedicado ao cultivo orgânico, e é um dos principais comercializadores da região, segundo indicou Gabriel Padilla, coordenador geral de Promoção Comercial e Fomento às Exportações no setor agropecuário.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...