segunda-feira, 7 de junho de 2010

O futuro da produção de alimentos


O 3 º Congresso Europeu de orgânicos em Madrid discute hoje o futuro das políticas agrícolas quanto ao seu potencial de contribuir para combater os desafios urgentes, tais como alterações climáticas, perda da biodiversidade e da crise econômica. Nesta ocasião, o IFOAM EU Group pré-lançou o resumo do seu paper “Agricultura e Sistemas de Alimentação para os futuros desafios - o papel estratégico da alimentação e agricultura orgânica”. "Realizar um New Deal verde através das cadeias alimentares sustentáveis dependerá em mudar as políticas para enfrentar os desafios do futuro através de soluções baseadas no sistema", destaca Christopher Stopes, presidente da IFOAM EU Group.
"Este é uma PAC mais verde que cria um sistema coerente de recompensar aos agricultores para que sirva o interesse público, os agricultores devem ser incentivados a maximizar a prestação de serviços do ecossistema e contribuir para a mitigação das alterações climáticas. Políticas de desenvolvimento rural são também de importância vital para a subsistência de milhões de pessoas que vivem em áreas rurais. Os sistemas de alimentos orgânicos são baseados na boa gestão dos recursos ambientais e devem contribuir para a criação de emprego no meio rural. Devem ser incluído como um componente relevante baseado no sistema de uma nova PAC, e ser promovido como um modelo para um novo contrato verde para a alimentação e a agricultura e muitas outras estratégias políticas”.
"Uma grande quantidade de dados científicos, demonstrou o grande impacto negativo da agricultura industrial", acrescenta Juana Labrador, presidente da SEAE. Mas os esforços científicos, ainda não resultam em uma seqüência lógica de respostas. Políticas devem trabalhar para substituir as atividades agrícolas que causam impactos diretos e indiretos negativos sobre o clima, a biodiversidade e o solo em sistemas sustentáveis. A gestão agro-ecológica e políticas de conservação em nível da UE deveriam reforçar-se mutuamente. Políticas eficazes para evitar danos maiores dos recursos naturais devem ser implementadas, pois os custos da reabilitação, aos danos já causados e a compensação pela perda do ecossistema são enormes. Consequentemente a agricultura orgânica como uma abordagem sustentável deve ser desenvolvida neste contexto e usada como um instrumento para alcançar os objetivos de sustentabilidade.
"O papel da IFOAM - UE define o potencial da agricultura orgânica para contribuir para responder aos desafios urgentes relacionadas à alimentação e à agricultura que a política deve abordar”. Entre esses desafios está o futuro fornecimento de comida e água, desenvolvimento rural e do emprego rural, os principais desafios ambientais, como alterações climáticas, perda de biodiversidade e degradação dos solos, bem como o bem-estar animal. O documento completo em breve estará disponível on line.


Tradução e Pesquisa:Mundo Orgânico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...