domingo, 4 de abril de 2010

A produção de orgânicos na Argentina


Há 2.777.959 de hectares de terras orgânicas na Argentina e cerca de 1.578 explorações agrícolas orgânicas que operam no país. A grande maioria dessas fazendas (90%) é pequena ou de médias dimensões. As terras cultivadas de forma orgânica perfazem 2,2% das terras aráveis do país.A Argentina tem a maior área de terra de cultivo orgânico na América do Sul e, a segunda maior do mundo, e ainda sim o nível médio do país de produção é relativamente baixo.
Além disso, existe muita disparidade entre a qualidade da terra e área de terra de cultivo de cada fazenda orgânica. A maioria dos agricultores orgânicos da Argentina trabalha em áreas secas e possuem mais terras, mas apenas 5% são exploradas. Nas áreas mais quentes e úmidas, os agricultores possuem menos terras e ainda detêm mais de 90% das fazendas orgânicas da Argentina. Os produtos orgânicos argentinos incluem cana, lã crua, frutas, legumes e feijão.

Principais produtos orgânicos exportados

As maiores exportações orgânicos incluem cereais e oleaginosas: milho, trigo, soja e girassol. Frutas e verduras também fazem parte das principais exportações de orgânicos da Argentina: peras, maçãs, laranjas, limões, alhos, cebolas e feijão. As exportações de plantas aromáticas e medicinais estão aumentando. Na Argentina também há exportações de outros produtos orgânicos, como o azeite, açúcar, sucos concentrados, mel e vinho.
A lã e carne orgânica também são exportados. O mercado nacional de produtos orgânicos inclui vários produtos diferentes, dos quais frutos de vegetais, óleos, chás, pães, ovos, doces e leite orgânico são os mais produzidos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...