quarta-feira, 14 de abril de 2010

O setor orgânico na India


Setor Agrícola

O setor agrícola da Índia representa 18,6% do PIB e envolve 60% da força de trabalho total. Durante os últimos cinco anos, o setor agrícola tem testemunhado um grande aumento na produção e na produtividade de grãos, oleaginosas, frutas, legumes, aves e leite. A Índia emergiu como o segundo maior produtor de frutas e vegetais do mundo. Além disso, é também o maior exportador de caju e especiarias. Outros produtos agrícolas são: algodão, juta, chá, açúcar, bovinos, bubalinos, ovinos, caprinos, aves e peixes (FAOSTAT). O uso da terra é dividido da seguinte forma: 49% de terras aráveis, 3% culturas permanentes, outros 47% (CIA)

Breve descrição da agricultura orgânica

De acordo com o Fundo Internacional para Desenvolvimento Agrícola (FIDA), a produção orgânica na Índia vem crescendo continuamente nos últimos anos. Na Índia, tem havido um notável crescimento na agricultura orgânica e 332 novas certificações orgânica foram emitidos em 2004. O Instituto de Pesquisa de Agricultura Orgânica (FiBL) relataram um total 12.000 fazendas orgânicas que operam no país em 2003. O Food Products Export Development Authority (APEDA) estimou em 200.000 hectares de terra orgânica certificada, principalmente cultivada por pequenos produtores. Recentemente, um número crescente de empresas, ONGs, organizações de agricultores, e agências governamentais promovem a agricultura orgânica na Índia. O crescimento da produção orgânica tem sido impulsionado principalmente pelo aumento da demanda internacional, mas o mercado interno também está fortalecendo devido a uma grande parte de a população indiana ter aumentado as suas rendas. (FIDA).

Principais produtos orgânicos

Produtos orgânicos certificados provenientes da Índia inclui chá, arroz, bananas, algodão, trigo, especiarias (principalmente pimenta e gengibre), café, nozes, legumes e produtos à base de plantas. A maioria destes produtos são vendidos em formas semi-processados ou crus (IFOAM & FiBL). A maioria das fazendas vende seus produtos orgânicos para os mercados internacionais, mas há um mercado emergente de pequenos consumidores.
A APEDA criou um Programa de Produção Orgânica (Npop), a fim de promover e apoiar o setor da agricultura orgânica na Índia. O INDOCERT é um organismo de certificação nacional, credenciados pelo Npop, que conta com a colaboração técnica do FiBL e é apoiada financeiramente pela SECO. A produção orgânica tem atraído nos últimos anos um crescente reconhecimento político por parte do governo indiano, tanto a nível central e local. Em novembro de 2006, a segunda edição da Índia Orgânica 2006 teve lugar em Lalbagh, Bangalore. Esta feira orgânica de negócios foi organizada pelo Centro de Competência Internacional de Agricultura Orgânica (ICCOA) com o apoio ativo da IFOAM e do Governo da Suíça (SECO). Ambos ICCOA e IFOAM configuram uma iniciativa conjunta em Bangalore. O centro visa promover a adoção dos princípios da agricultura orgânica, aproveitando as oportunidades oferecidas pelo grande desenvolvimento das partes interessadas na Índia. Há projetos em curso de cultivo de algodão orgânico executado pela Maikaal Biore da Índia.


Tradução e Pesquisa:Mundo Orgânico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...