quinta-feira, 1 de abril de 2010

As normas são diferentes para os produtos orgânicos


"As normas são diferentes para os produtos orgânicos no que diz respeito às frutas e legumes, laticínios e carnes, cosméticos, alimentos processados e de algodão e café, e até mesmo clientes esclarecidos podem se confundir com isso”. Afirma Julie Deardorff em artigo no Chicago Tribune.
Ela afirma ainda que a discussão entre os nutricionistas sobre se os alimentos orgânicos são nutricionalmente melhor e disse que seria difícil dizer definitivamente de uma maneira ou de outra. No entanto, muitos escolhem orgânico não só para a saúde pessoal, mas para a saúde do meio ambiente e dos agricultores.
Para frutas e legumes, os produtos orgânicos significam menos pesticidas e diminuição dos níveis de nitrato de frutas e hortaliças convencionais. Segundo o artigo os peritos da saúde afirmam que resíduos de pesticidas representam um risco pequeno para a maioria dos consumidores, mas os produtos químicos sintéticos podem ser tóxicos para o cérebro e o sistema nervoso de fetos e crianças. O Environmental Working Group recomenda a compra de pêssegos cultivados organicamente, maçãs, pimentões, salsão, nectarinas, morangos, cerejas, couve, alface, uvas e peras importadas.
Os Laticínios orgânicos e produtos de carne provenientes de animais não tratados com antibióticos ou hormônios de crescimento, explicou, observam as novas regras de "acesso a pasto", que exigem que os animais pastam durante um mínimo de 120 dias. Ela salientou que a importância da dieta dos animais é a chave, dizendo: o leite orgânico tem mais vitaminas, antioxidantes, ácidos graxos ômega-3 e o ácido linoleico conjugado, e a carne orgânica tem níveis mais elevados de ômega-3 e menor gordura total. Além disso, comer carne orgânica evita a ingestão de antibióticos, o que aumentou a disseminação de genes resistentes a antibióticos em bactérias.
Os produtos orgânicos para cuidados pessoais não são tão altamente regulamentados, disse ela, acrescentando que produtos podem ser rotulados como "orgânico", mas ainda contém ingredientes sintéticos. Acrescentou que o USDA regulamenta os produtos orgânicos de higiene pessoal somente se eles são feitos de ingredientes de origem agrícola e sugere olhar para o logotipo USDA ao invés da palavra "orgânico" no rótulo.
“Quando se trata de alimentos processados, ela disse que os produtos feitos a partir de pelo menos 95 por cento de ingredientes orgânicos podem levar o selo” USDA Organic se os ingredientes restantes forem aprovados para uso em produtos orgânicos. Produtos com pelo menos 70 por cento de ingredientes orgânicos podem ser rotulados com uma lista de ingredientes..
Ela acrescentou o algodão e café à sua lista, porque são duas das culturas mais intensivas de pesticidas do mundo. Mesmo em produtos de resíduos de pesticidas convencionais geralmente é removido durante o tratamento, mas ela disse, os produtos químicos podem ter um efeito enorme sobre a terra, a biodiversidade e a saúde dos trabalhadores envolvidos.

Fonte:Chicago Tribune
Pesquisa e Tradução:Mundo Orgânico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...