sábado, 12 de dezembro de 2009

Associações de orgânicos de brasil e itália assinam carta de cooperação

BrasilBio e a FederBio, associações de empresas do setor de orgânicos de Brasil e Itália, assinam carta de cooperação para integrar modelos produtivos e comerciais e estabelecer iniciativas conjuntas para promover o consumo de produtos orgânicos nos dois países.
O acordo assinado por BrasilBio (Associação Brasileira de Orgânicos) e FederBio (Federação Italiana de Produtores Orgânicos) aproximará empresas brasileiras das boas práticas e dos modelos associativos e produtivos italianos, proporcionando avanços em questões como certificação, processos tecnológicos e barreiras comerciais e normativas. A contrapartida à Itália é maior visibilidade aos seus produtos biológicos em um mercado em expansão como o brasileiro.
A FederBio já apresentou ao Ministério de Desenvolvimento Econômico Italiano o projeto Brasil Biológico, que permitiu a diversas empresas italianas iniciarem relações comerciais com importadores brasileiros, definindo uma estratégia comum de parceria com a BrasilBio.
À APEX – Agência Brasileira de Promoção de Exportação – foi apresentado pela BrasilBio o Projeto Setorial Integrado de Promoção Internacional, que, no âmbito da colaboração com a FederBio, define como atividades prioritárias a realização de uma conferência de empresas brasileiras na maior feira de orgânicos da Itália, a SANA, em Bologna, promovida pela Bolognafiere; um encontro de negócios durante a Bio Brazil Fair 2010, em São Paulo, promovida pela Francal, realizado entre pequenas e médias empresas brasileiras e empresas européias e internacionais; e a consolidação de outras parcerias com associações similares à FederBio visando a melhora dos padrões produtivos de empresas brasileiras do setor.
BrasilBio e FederBio se comprometeram ainda a desenvolver iniciativas conjuntas para promover uma maior sensibilização quanto aos produtos orgânicos nos dois países durante grandes eventos como a Expo Milano, em 2015, o ano da Itália no Brasil em 2011, e Copa do Mundo e Olimpíadas de 2014 e 2016, respectivamente.
Para José Alexandre Ribeiro, presidente da BrasilBio, “os contatos já realizados em 2009 permitiram considerar o modelo biológico italiano como o mais correspondente às características e exigências do Brasil”. Paolo Carnemolla, presidente da FederBio, considera que “a SANA e a Bio Brazil Fair são as feiras capazes de oferecer um serviço concreto de suporte a operadores brasileiros e italianos do setor para a ativação de parcerias e para promover negócios B2B.”
A Associação Brasileira de Orgânicos - BrasilBio - tem por objetivo fomentar o desenvolvimento e aprimoramento da produção, processamento e comércio de produtos orgânicos certificados no Brasil. A entidade promove de forma permanente iniciativas visando o aumento do consumo de alimentos e produtos orgânicos e biodinâmicos certificados, e o aprimoramento da qualidade e a preservação dos níveis técnicos de produção e processamento por meio de programas de auto-regulamentação e da gerência institucional do setor. A BrasilBio foi fundada em 2004 por produtores e processadores orgânicos com o apoio de órgãos como APEX, MAPA, MDA e SEBRAE e hoje reúne cerca de 2 mil associados. [www.brasilbio.com.br ]
A FederBio - Fundada em 1992 por iniciativa das mais importantes organizações italianas do setor, a Federação Italiana de Agricultura Biológica e Biodinâmica é uma entidade multiprofissional voltada a aprimorar e aumentar a qualidade e quantidade de produtos alimentícios obtidos por meio de tecnologias biológicas e biodinâmicas de agricultura, e de acordo com regulamentações deontológicas e profissionais alinhadas à normatização IFOAM. [www.federbio.it ]


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...