quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Vendas de produtos orgânicos superam os 18 bilhões de EUROS em 2008 na Europa


As vendas européias de produtos orgânicos em 2008 aumentaram em 10 % comparados ao ano anterior perfazendo um total superior a 18 bilhões de EUROS. Exceto na Grã-Bretanha, onde o mercado cresceu só 1.8 %, os efeitos da crise econômica não foram ainda perceptíveis em outros países. A Suíça foi beneficiada com o crescimento de 11 %, com 0.9 bilhões de EUROS. Aproximadamente 80 % de vendas orgânicas dinamarquesas em 2008, que aumentaram em 28 % chegando notáveis 620 milhões de EUROS, são realizados no comércio varejista. O mercado na República Checa cresceu em 40 % (2007: 70 %).
Segundo a associação alemã, Bundesverband Naturkost Naturwaren (BNN) e a Herstellung und Handel de Berlim, e ainda a revista comercial alemã, BioHandel, o mercado alimentar orgânico cresceu em 1.5 % na primeira metade de 2009 na mesma área. O Centro de pesquissa do consumidor, Gesellschaft für Konsumforschung (GfK) em Nürnberg, na Alemanha, assume uma baixa de 4 % em todos os canais comerciais do mercado orgânico na primeira metade de 2009. O mercado até teve de aceitar uma perda de 6 %. Os preços caíram em 7 %. Uma razão possível do declínio em preços e vendas totais é que os clientes trocaram os produtos orgânicos por produtos convencionais mais baratos.
Os preços de produtos orgânicos no comércio varejista permaneceram basicamente estáveis na primeira metade de 2009. Os peritos atribuem isto à estrutura neste segmento comercial, que é tradicionalmente freqüentado por compradores intensivos convencidos e menos compradores ocasionais.
O número de Alemães que consideram a compatibilidade ambiental e social de certos produtos como muito importante deixou de lado a crise econômica global. Sem embargo, o desejo dos consumidores alemães permaneceu inalterado a um bom nível e, segundo o GfK, os clientes alemães estão aumentando os seus gastos em produtos ambientalmente e socialmente compatíveis todo o tempo, mesmo que comprador ocasional, freqüente ou intensivo. Assim há ainda uma tendência a corrigir o consumo.
O mercado orgânico na França cresceu 25 %, mais fortes do que nos anos passados, e em 2008 conseguiu 2.6 bilhões de EUROS pela primeira vez. O tamanho da área organicamente cultivada aumentou de 210,000 hectares para 580,000 hectares em um prazo de dez anos.
As áreas de conversão aumentaram em 36 % em só um ano e há 11 % mais fazendas orgânicas. Segundo a Agência semi pública BIO em Paris, 6 % da área agrícola devem ser cultivados em condições orgânicas antes de 2012 – três vezes mais do que hoje, e 20 % mais antes em 2020. No início de agosto foi decidido dobrar a tarifa de subsídio as fazendas orgânicas como uma medida para promover especificamente a agricultura orgânica. Isto é baseado na Lei Grenelle, resultado de dois anos de debate social. O artigo 31 define objetivos claros da agricultura orgânica francês. O ato define aspectos como o plano de ação nacional de alterações climáticas e passa regulações de implementação específicas de segmentos como energia, transporte, resíduos e agricultura. Todas as medidas são destinadas para contribuir em direção ao desenvolvimento sustentável do país.


Tradução livre:Mundo Orgânico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...