segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Suíno Verde em Santa Catarina

Na região de Tubarão, no Vale do Rio Braço do Norte, localizado no Estado de Santa Catarina, o que era problema vai virar solução – os dejetos de suínos podem virar insumos de qualidade, gerando óleo combustível, carvão e energia elétrica. "A suinocultura é uma das atividades mais importantes do Vale do Rio Braço do Norte que envolve 9 municípios da região de Tubarão", informa o gerente regional da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri) de Tubarão, Luiz Marcos Bora. São cerca de 700 produtores, e perto de 69 mil matrizes, um plantel permanente de aproximadamente 700 mil suínos, com geração de renda bruta da ordem de R$ 171 milhões.
Segundo Bora, cerca de 35 frigoríficos e abatedouros industrializam 70% do que é produzido na região, e o restante é exportado para outras regiões do estado. "Em função da atividade suinícola, a região possui também uma grande concentração de dejetos de suínos, que até agora era vista como um dos grandes problemas ambientais da região", revela Bora. "Os dejetos eram o problema e agora passam a ser solução", destaca. A tecnologia para transformar dejetos de suínos, rejeito dos frigoríficos, lixo orgânico e biomassa florestal, em produtos de valor agregado, está dominada e é brasileira. A boa notícia é que a Usina de Biomassa vai se instalar em Grão Pará ainda neste ano e, num primeiro momento vai utilizar os dejetos de suínos para gerar carvão e óleo, e depois será agregada uma planta para gerar energia elétrica.
Neste ano será feito o licenciamento ambiental que deve levar aproximadamente seis meses e, no máximo, daqui a dois anos, serão iniciadas as atividades na Usina. "É a redenção da atividade", comemora Bora. De poluidora, a fornecedora de insumos para a geração de energia limpa. Assim a suinocultura do Vale do Rio Braço do Norte vai continuar produzindo carne e produtos derivados dos suínos, sem agredir o meio ambiente. O Suíno Verde agrega valor à produção, valoriza o suinocultor e transforma uma atividade considerada poluidora para geradora de produtos de alta qualidade. "A Epagri, trabalha em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Regional de Braço do Norte, Prefeitura de Grão Pará, empresários e suinocultores, na busca do desenvolvimento sustentável da agropecuária e pesca catarinenses", destaca o presidente da empresa, Luiz Hessmann.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...