sábado, 16 de maio de 2009

Vinícola Garibaldi projeta crescimento de 20% na região nordeste do país


A concentração do consumo de vinhos, espumantes e sucos da Vinícola Garibaldi no Nordeste devem aumentar 20% em 2009, em relação ao ano passado. A projeção é do gerente comercial da cooperativa para a região e o Sudeste, Miguel Carraro. Segundo ele, a aceitação cada vez mais constante dos consumidores é principal razão para as perspectivas positivas, aliada a qualidade dos produtos. Atualmente, os principais estados compradores dos vinhos, espumantes e sucos da Vinícola Garibaldi são Bahia, Ceará, Pará e Pernambuco. “O Nordeste brasileiro está em um momento de ampliação de conhecimentos sobre estes produtos e os consumidores já possuem o aprendizado para exigir do varejo os bons e melhores produtos do setor”, avalia Carraro. Conforme o gerente comercial da Vinícola Garibaldi para a região e o Sudeste, um dos destaques das vendas, por exemplo, tem sido o de vinhos orgânicos.
Sem agrotóxicos, não causam impactos ao meio ambiente, têm excelente qualidade e expressam de maneira muito mais precisa o seu terroir - conjunto de aspectos da região onde é cultivada a uva e que influencia as características da bebida. Por conta disso, os clientes que optam por este produto são bem mais informados sobre seus benefícios para as suas saúdes e do planeta. Em breve, adianta Carraro, “a empresa trará da Argentina um vinho malbec e outro cabernet sauvignon, elaborado em parceria com uma vinícola aos pés da cordilheira dos Andes”. A cooperativa aposta neste negócio desde 2001. Naquele ano, foi à primeira do País a elaborar um espumante orgânico, produzindo apenas 2,9 mil garrafas. Para 2009, serão 280 mil garrafas, entre espumantes, vinhos e sucos. A linha completa é formada pelo Espumante da Casa Orgânico Doce, Vinho da Casa Tinto Seco Malbec, Vinho da Casa Tinto de Mesa Seco, Vinho da Casa Branco de Mesa Seco e suco de uva orgânico.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...